quarta-feira, 15 de junho de 2011

A arte de contar histórias na Educação Infantil

Após uma oficina sobre a arte de contar histórias, percebi sua real importância e quanto seu uso contribue para o exito no processo de ensino aprendizagem. Sendo assim, resolvi aplicar algumas das tecnicas que aprendi nesta oficina na etapa de regência do estágio. O resultado foi o melhor possivel, conseguimos a colaboração e atenção de todas as crianças, que ficaram encantadas. 

- Seguem algumas dicas de como contar histórias, da professora Gilka Girardello:

• Faça uma seleção de títulos que despertem em você a vontade de passá-los aos alunos. É importante abrir o universo deles para diferentes narrativas, com temas como a vida e a morte, nossa origem e a humanidade, além de mitos.

• Para se familiarizar com a narrativa, treine contando para amigos e familiares

• Comece a narrar para grupos menores, enquanto você conhece as suas possibilidades. Reúna os ouvintes em roda para que eles se sintam próximos de você.

• Escolha recursos, como desenhos, bonecos, músicas e movimentos de dança, com os quais você se sinta mais à vontade.

• Use elementos expressivos, como imitação de vozes e movimentos com as mãos (estalar de dedos e palmas). Empregados na hora certa, eles fazem a diferença.

• Imagine os detalhes de todas as cenas e descubra a melhor maneira de entoar cada trecho (sem se preocupar em decorá-las).

• Preste atenção em alguns refrões ou frases de impacto que podem ser repetidos sempre do mesmo jeito - porque são bonitos ou soam bem.

• Quanto mais a história for contada, maior o número de novas imagens que são incorporadas a cada cena. Esta é a peculiaridade da oralidade: cada um recria o conto.

• Projete a voz na sala e amplie os gestos para que o público não se disperse. Quando o enredo pedir um tom mais suave, todos entenderão o recurso e farão silêncio para ouvir.

• Antes ou depois da narração, conte de onde vem a história: de um livro, de um filme, da mitologia grega ou se aconteceu com alguém conhecido. Assim, a turma fica sabendo que também pode passá-la adiante.

• Contar histórias sempre envolve alguns imprevistos. O importante é não ter medo. Geralmente, as crianças querem que a narração prossiga. Então, elas vão ajudar você.  

Sucesso aos novos contadores de histórias, dediquem-se, pois o resultado é gratificante. 

Por Tamiles Santos 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário